Fique por dentro das notícias de Piratininga, acompanhe as políticas públicas municipais, as ações e programas da administração.

  • 08/08/2018 - Prefeituras de Piratininga e Bauru juntas em alternativa para destinação adequada de Resíduos.

    Á Parceria, iniciada em 2015, realizada entre os Municípios de Piratininga e Bauru teve sua renovação assinada pelos prefeitos Sandro Bola e Clodoaldo Gazzetta no último mês.

    Essa união entre as prefeituras visa criar alternativa para destinação correta de resíduos diversos do município de Piratininga e gerar volume e receita na destinação de resíduos de Bauru, ou seja, possibilitar a destinação adequada de resíduos como recicláveis convencionais (papel, plástico, metal e vidro), óleo de cozinha usado, isopor, madeira, entre outros e dessa maneira reduzir a pressão de resíduos diversos em aterro e até mesmo em local inadequado, preservando dessa maneira nosso Meio Ambiente.

    A Prefeitura de Bauru disponibilizou seus pontos de entregas, ecopontos, à população de Piratininga. Após a entrega do material já separado, o mesmo é destinado adequadamente para setores específicos.

    Essa ação colabora, entre outras coisas, com a destinação adequada de pilhas coletadas no município de Piratininga. A não existência de local adequado para depositar materiais diversos, faz com que a população destine esse material juntamente com o resíduo domiciliar, e o que é ainda pior, jogue diretamente no Meio Ambiente.

    O município de Bauru possui diversos ecopontos para destinação adequada de resíduos. Aproximadamente 40 % do consumo de água de Bauru vem de rios que nascem e/ou atravessam o município de Piratininga, fato esse que enaltece ainda mais a necessidade de preservação Ambiental no município.

    O fato de que grande parte da população de Piratininga frequenta o município vizinho e irmão, Bauru, seja por trabalho, estudo e até mesmo lazer facilita essa ação de responsabilidade e carinho com o meio ambiente.

    Contudo ações como essa fortalecem o relacionamento entre os municípios, possibilita avanços no programa estadual de gestão ambiental “Munícipio VerdeAzul” no qual os dois municípios participam e colabora de forma prática com a preservação ambiental de nossa região!

    Sem dúvidas a parceria continuará trazendo benefícios para os dois municípios e uma melhor qualidade de vida a nossas populações.

     

    Lembrando!

     

    O que posso destinar no Ecoponto?

    Recicláveis convencionais (papel, plástico, metal e vidro)

    Isopor

    Óleo de cozinha usado

    Pilhas e baterias

    Madeira

     

    Locais

    Endereços dos Ecopontos

    1. Ecoponto Antonio Eufrasio de Toledo - Rua Sorocabana, quadra 2
    2. Ecoponto Mary Dota - Rua Americo Finazzi, quadra 4
    3. Ecoponto Jardim Redentor/Geisel - Rua Noé Onofre Teixeira, quadra 3
    4. Ecoponto Pousada I - Rua 41, quadra 1 (Entre as Ruas Joaquim Gonçalves Soriano, quadra 5 e Maurício Pereira de Lima)
    5. Ecoponto Edson Francisco da Silva - Rua Dulce Duarte Carrijo, quadra 4
    6. Ecoponto Parque Viaduto, Rua Bernardino de Campos, quadra 28
    7. Ecoponto Engenheiro Octávio Rasi - Rua Manoel Lopes Neves, quadra 01

    Horário de atendimento

    Segunda a Sábado das 8h às 12h e das 13h às 17h.

  • 08/08/2018 - Prefeitura trabalha campanha de conscientização no combate às queimadas

    Nesta época do ano, período de escassez de chuvas e de ventos fortes, infelizmente é comum o aumento de ocorrência de queimadas e incêndios florestais. Para minimizar o impacto negativo dessa prática a Prefeitura de Piratininga tem como proposta trabalhar uma campanha de conscientização e prevenção às queimadas, junto à população urbana e rural do município.

    A prática irregular ainda é muito comum na área rural. Muitos produtores realizam a queimada sem a permissão de um órgão ambiental competente para executá-la de maneira controlada com aceiros planejados, incluindo equipamentos adequados, mão de obra treinada e medidas de segurança ambiental conforme manda a lei.

    A prática sem controle além de  diminuir a fertilidade do solo, causa sérios prejuízos à fauna e flora reduzindo a cobertura vegetal, comprometendo  também a qualidade da água destruindo as matas ciliares que são a proteção dos rios, riachos, córregos e ribeirões, contribuindo para a ocorrência de seca e a baixa umidade relativa do ar.

    Outro motivo não menos importante, são os incêndios criminosos, aqueles causados nas margens de rodovias que se alastram rapidamente com os ventos fortes, causando acidentes aos motorista que tem a visão prejudicada pela fumaça decorrente do fogo.

    As queimadas ainda comprometem a qualidade do ar e, consequentemente, a saúde humana, provocando vários tipos de doenças, principalmente as respiratórias como: asma, rinite e bronquite. O estrago é ainda maior  para as pessoas que vivem próximas a regiões afetadas por grande volume de fumaça prejudicando  principalmente  a saúde dos idosos e  das crianças.

    A queimada  também acaba levando para dentro das residências, cobras, escorpiões, aranhas, ratos, entre outras espécies que fora do seu habitt natural,  podem causar acidentes aos seres humanos.

    Outro fator causador de muitos incêndios  é que os meses de  outono e de inverno são marcados por  tradicionais festejos, que originalmente tinham como uma de suas atrações a prática de soltar balões. Mesmo sabendo dos inúmeros prejuízos que a prática acarreta e de ser proibido por lei, algumas pessoas ainda insistem em continuar a soltá-los.

    A Prefeitura acredita que com algumas atitudes simples e com a cooperação da população  consiga  resultados significativos no combate às queimadas e a favor da sustentabilidade.  Apague você também essa ideia!

     

  • 29/06/2018 - Piratininga conquista a qualificação para o Certificado Estadual de Qualidade em Gestão Ambiental - “Programa Município Verdeazul”

    A Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA) divulgou nesta quinta-feira, 28/06, o resultado da qualificação dos municípios participantes do programa estadual de gestão ambiental Município Verdeazul.

     

    A qualificação é a primeira etapa para conquista do Certificado que tem como base as ações realizadas no ciclo 2018.

     

    Dentre os mais de 600 municípios inscritos no programa apenas 160 conseguiram atingir a pontuação mínima pra Qualificar, dentre eles Piratininga, atingindo 53 pontos.  Nos últimos 3 anos o município conquistou 2 vezes o Certificado de qualidade em gestão ambiental.

     

    Contudo a atual situação favorável do municio referente a coleta e destinação adequada dos resíduos domiciliares, coleta e tratamento de esgoto, abastecimento de água entre outros foram fundamentais para conquista da qualificação.

     

    Vale lembrar que a cada ano aumentam as dificuldades para a alcançar a pontuação mínima e por consequência à conquista do Certificado “Município Verdeazul.

     

    O programa exige dos municípios ações voltadas a 10 áreas distintas relacionadas a gestão ambiental, como Qualidade da água, Tratamento de Esgoto, Arborização Urbana, Biodiversidade entre outros. Nessa etapa, foram realizadas diversas ações das quais podemos citar:

    Capacitação para manejo de árvore urbanas com os servidores;

    Ações de Educação Ambiental (EMEI, EMEF, MIRIM, GURI);

    Doação de mais de 300 mudas a população;

    Manutenção do Conselho de Defesa ao Meio Ambiente (COMDEMA);

    Acompanhamento do efluente da lagoa de tratamento de esgoto;

    Parceria intermunicipal na manutenção da arborização urbana (plantio de mudas no cemitério municipal);

    Manutenção da nascente modelo municipal (em parceria com o Museu do Café);

    Incentivo a compras sustentáveis na administração pública;

    Parceria para uso de ecoponto;

    Manutenção do prédio modelo Municipal (Unidade da Saúde da Familia II - João Aparecido Ciqueira);

    Controle na fiscalização na limpeza de terrenos;

    Coleta de resíduos específicos (53 kg de pilhas, 250 pneus inservíveis, 2.350 litros de óleo de cozinha usado, 520 lâmpadas), entre outros!

     

    Segundo o Interlocutor do Programa no Município, Senhor Marcio Henrique Gomes dos Santos, “essa qualificação só foi possível através da participação da população de uma maneira ativa, por isso gostaria de agradecer a participação de todos; em especial o senhor Prefeito, a Câmara municipal, as empresas, todos os funcionários municipais envolvidos, o conselho de defesa ao meio ambiente e, por fim, toda a população que colaborou com as ações realizadas.”
     

    A Conquista, além de favorecer o município no pleito de verbas vinculadas ao FECOP (Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição) e Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos),  é uma ótima ferramenta de gerenciamento das questões ambientais municipais, possibilita a realização de diversas ações e colabora com a manutenção e melhoria da qualidade de vida da população.

     

    O programa

    Desde 2007, o governo do Estado de São Paulo trabalha em conjunto com os municípios para promover estratégias e executar políticas públicas com base no desenvolvimento sustentável do território paulista. Por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o Programa Município VerdeAzul (PMVA) estabelece algumas diretrizes a serem cumpridas pelas prefeituras.

    Atualmente, o programa integra 604 municípios que necessitam colocar em prática 85 tarefas, divididas em dez assuntos. A ideia é fazer com que cada um deles produza políticas públicas que vão desde saneamento básico e preservação hídrica até a conscientização dos cidadãos locais.

    Para incentivar a prática dessas atividades, a Secretaria de Estado atribui notas de zero a 100 ao resultado de tudo que foi feito no município durante um ano. Atingindo a nota mínima de 80, ele está apto a continuar aprimorando as ações, assim como desenvolver novas iniciativas sustentáveis para a população.

    O funcionamento do programa se dá através da indicação de um interlocutor por parte do prefeito. É ele o responsável pela intermediação entre Estado e município. O intuito, dessa forma, é fazer com que todas as prefeituras paulistas passem a integrar o programa em até dez anos

    Vale ressaltar que o ranking não é baseado no tamanho dos municípios e sim, exclusivamente, ao desempenho das tarefas pré-estabelecidas com a Secretaria do Meio Ambiente. Todos eles recebem as mesmas atribuições, independentemente do tamanho e quantidade de habitantes.

    Ação em Arborização Urbana

    Acompanhamento Tratamento de esgoto

    Campanha do óleo EMEF

    Coleta de lâmpadas

    Coletor de Pilhas

    Educação Ambiental EMEI

    Educação Ambiental GURI

     

    Guia de compras

    Mudas florescendo em plantio de APP

    Parceria Plantio de mudas

  • 20/06/2018 - Prefeitura de Piratininga realiza ação capacitação de técnicas de boas práticas sustentáveis nas compras públicas.

    O puder público no âmbito nacional, através de suas diversas pastas, realiza a aquisição de bens e contratações de serviços de maneira sistematizada em todo território nacional, chegando a um volume de 600 bilhões de reais por ano, o que corresponde a 15% do PIB.

    Grande parte desse montante é realizado pelas prefeituras. Muitas vezes pela falta de estrutura ou até mesmo de corpo técnico habilitado as mesmas realizam suas compras de maneira desorganizada e não levando em consideração fatores de sustentabilidade. 

    Segundo o Art. 3o da Lei No 8.666/1993, Licitação Sustentável é aquela que se destina a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável. (Redação dada pela Lei no 12.349, de 2010).

    Nesse sentido, pode-se dizer que as compras públicas sustentáveis são o procedimento administrativo formal que contribui para a promoção do desenvolvimento nacional sustentável, mediante a inserção de critérios sociais, ambientais e econômicos nas aquisições de bens, contratações de serviços e execução de obras.
    De uma maneira geral, trata-se da utilização do poder de compra do setor público para gerar benefícios econômicos e socioambientais.

    As compras sustentáveis quando realizadas de maneira organizada, principalmente quando envolvem diversos municípios de uma determinada região, podem contribuir grandemente com a redução de uso de recursos naturais, desenvolvimento de novas tecnologias associadas, redução nos fatores que causam impacto ambiental negativo e por fim melhorando a qualidade de vida das pessoas.

    Nesse sentido foi elaborada o “GUIA DE COMPRAS SUSTENTÁVEIS INTERMUNICIPAL” em parceria com 10 municípios de nossa região, para orientações quanto as possibilidades de compras sustentáveis e a responsabilidade da administração pública no a poio a essa prática.

    Além das prefeituras envolvidas no processo de elaboração do Guia de itens sustentáveis intermunicipal também foram consultados órgão como o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), o Ministério de Meio Ambiente (MMA), e por fim a Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

    Na semana em que se comemora o Dia Mundial de Meio Ambiente foi realizada ação de educação ambiental visando a difusão e capacitação de técnicas de boas práticas sustentáveis nas compras públicas com os coordenadores e demais responsáveis pela realização de compras na administração pública de Piratininga.

    Um exemplo de compra sustentável, que pode ser realizada pela administração pública, é o uso de papel certificado e/ou reciclado, itens escolares que façam uso de materiais reciclados (como régua/cola), equipamentos eletrônicos certificados em relação a eficiência energética entre outros.

    A ação contou com a presença de 08 pessoas e, além da apresentação oficial do GUIA, também foram debatidas as dificuldades, aspectos legais e outras sugestões de itens a serem inseridos em uma nova versão da cartilha (prevista para inicio de 2019).

    Por fim que as ações realizas, além de despertar a consciência dos órgãos públicos relacionados as compras em proceder de maneira a apoiar a sustentabilidade, possibilitou a troca de informações entres os integrantes da administração pública.

     

    COMDEMA realiza ação de doação de mudas em comemoração aos 123 anos de Piratininga.

    O COMDEMA, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, de Piratininga realizou no dia 27 de maio doação de 200 mudas de espécies nativas junto à população de Piratininga.

    Foram distribuídas gratuitamente mudas de 14 espécies nativas diferentes como ARAÇA, Psidium sp; CEREJA-DO-RIO-GRANDE, Eugenia involucrata; IPÊ-BRANCO, Tabebuia roseo-alba e IPÊ-ROXO-DE-BOLA, Tabebuia impetiginosa. Além disso foi fornecido material informativo referente ao plantio e manutenção de plantas, bem como, orientações junto aos munícipes que retiraram suas mudas!

    A ação, articulada pelos membros do COMDEMA, contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Piratininga e a Sabesp.

    Essa atividade, em comemoração aos 123 anos de nossa cidade, também faz parte das ações realizadas no município em comemoração ao dia Mundial do Meio Ambiente, dia 05 de junho!

    O estimulo ao plantio de mudas junto à comunidade é uma das ferramentas para conscientização em relação a importância de nossa biodiversidade e como cada um pode colaborar de alguma maneira com nosso Meio Ambiente.

    Parabéns à nossa cidade e ao COMDEMA de Piratininga pela ação!

    Para mais informações consulte nosso site:

    Link  - http://www.piratininga.sp.gov.br/paginas/portal/paginaInterna?id=9

     

    Prefeitura municipal de Piratininga inicia campanha de inspeção de fumaça nos veículos a diesel da administração.

    Iniciada essa semana a acompanhamento de inspeção de fumaça preta dos veículos a Diesel pertencentes a administração pública.

    Essa ação realizada em consonância com a lei municipal 1.863/2009, também é uma das diretrizes do programa de Gestão Ambiental Estadual, “Município Verdeazul”.

    Estão sendo avaliados mais de 40 veículos a Diesel, através da Escala de Hingmann, da frota própria da Prefeitura Municipal.

    Devido a renovação constante da frota municipal, manutenções, bem como as novas tecnologias os indicadores relacionados a qualidade da fumaça vem melhorando nos últimos anos.

    Com o aumento do número de veículos transitando em nossa sociedade se torna cada dia mais importante esse tipo de controle e acompanhamento para manutenção da qualidade do ar.

    Os Veículos inspecionados ganharam selo.

     

    Prefeitura de Piratininga realiza destinação adequada de mais de 500 lâmpadas fluorescente.

    No dia 6 de junho de 2018 foram destinadas 530 lâmpadas fluorescente coletadas no município de Piratininga proveniente da administração pública em geral.

    As lâmpadas, acumuladas ao longo do tempo, foram coletas por empresa especializada no ramo, localizada no município de Bauru, e após será realizado a devida separação, processamento, descontaminação e por fim destinação final dos resíduos.

    O destino adequado das lâmpadas é uma obrigação de todos e está ligado diretamente ao respeitando ao meio ambiente e eliminando os riscos à saúde.

    Apesar da existência da Lei Federal 12.305  de 2010 (a qual institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos), que as lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista inservíveis sejam entregues pelos usuários, aos estabelecimentos que as comercializam ou afins, através da logística reversa, essa prática ainda não é eficiente. Tão importante como o descarte adequado, a não geração (através do uso alternativo de outras fontes de energia) e a aquisição de lâmpadas com procedência também atuam na preservação de nosso Meio Ambiente. 

    O descarte inadequado de lâmpadas ainda é uma realidade em nossa sociedade, e ações como essa, estimulam a conscientização da população colaboraram com o desenvolvimento sustentável de nossa cidade.

    Somente com medidas ambientalmente corretas poderemos ajudar o nosso planeta.

     

    Riscos

    O mercúrio contido em lâmpadas fluorescentes pode ser liberado para as matrizes solo, ar e água. Quando uma lâmpada quebra, parte do mercúrio contido no interior da lâmpada é imediatamente liberado para o ar na forma de vapor.

    A inalação do mercúrio é mais perigosa do que o contato com a pele, podendo ser fatal dependendo das concentrações. Os vapores de mercúrio quando inalados, podem facilmente atravessar a membrana alveolar até atingir a circulação sanguínea. No sangue, no fígado e nos rins o mercúrio é oxidado à forma divalente (Hg2+) pelo complexo chamado hidrogênio peróxido catalase.

    Cerca de 80% do vapor de mercúrio inalado através dos pulmões é absorvido pelo sangue. No caso de lâmpadas, estudos mostraram a conversão de mercúrio para espécies mais tóxicas deste elemento em resíduos de lâmpadas devido a interação do mercúrio com o pó de fósforo e vidro.

  • 26/06/2018 - Parceria entre Senar Bauru e Prefeitura Municipal possibilitam ação de incentivo à produção de alimentos sustentáveis.

    O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Sindicato Rural, Proprietário rural e prefeitura municipal de Piratininga/SP, realizaram uma parceria para desenvolver o programa “Jovem agricultor do futuro”, tendo como intuito proporcionar capacitação, conscientização ambiental e oportunidades principalmente para jovens moradores da zona rural da cidade. O foco é a agricultura familiar com técnicas e práticas sustentáveis.

    A divulgação de forma geral e venda de produtos provenientes de técnicas e práticas sustentáveis são maneiras de se incentivar o consumo desses itens. A prefeitura de Piratininga incentiva e colabora com essa ação.

    A ação realizada através de aulas práticas e teóricas visa promover a conscientização dos jovens para aderirem às técnicas e ao manejo sustentável e racional do solo; transmitir a importância, benefícios e viabilidade do cultivo orgânico como geração de renda; e proporcionar práticas do dia a dia no campo como: técnicas no preparo de canteiros, técnicas de plantio, adubação orgânica, controle de plantas daninhas, pragas e doenças, produção em bandejas e cultivo protegido, fatores climáticos influenciadores, uso racional da água para irrigação, dentre outros, para jovens de zona rural da cidade.

     

    Dentre as culturas produzidas podemos citar:

    • Alfaces (crespa verde, crespa roxa e americana);
    • Rúcula;
    • Cebolinha;
    • Salsinha;
    • Cenoura;
    • Feijão;
    • Milho e
    • Rabanete.

     

    Após a produção, os alunos realizaram a visita porta a porta para venda e conscientização da importância do consumo de hortaliças provenientes de práticas sustentáveis.

    O curso, realizado de segunda à sexta das 12h30min às 16h30min, teve início em fevereiro. Participam da atividade cerca 35 alunos de 14 a 17 anos, além atingir mais de 200 famílias através da comercialização e orientação porta a porta do consumo de alimentos sustentáveis, além dos próprios alunos participantes da ação. 

     

     

    Um dos objetivos é incentivar o ingresso dos alunos à escola técnica agrícola (o que vem acontecendo) para que posteriormente sejam inseridos no mercado de trabalho ou otimizem a produção dentro de sua própria propriedade.

    Contudo, além de tratar assuntos relacionados a gestão de isumos, trabalho em equipe e manejo de hortaliças, a ação expõe as práticas sustentáveis aos alunos e a população colaborando com a formação de uma consciência ambiental e sustentável de nosso recursos e alimentos.

  • 05/06/2018 - COMDEMA realiza ação de doação de mudas em comemoração aos 123 anos de Piratininga.

    O COMDEMA, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, de Piratininga realizou no dia 27 de maio doação de 200 mudas de espécies nativas junto à população de Piratininga.

    Foram distribuídas gratuitamente mudas de 14 espécies nativas diferentes como ARAÇA, Psidium sp; CEREJA-DO-RIO-GRANDE, Eugenia involucrata; IPÊ-BRANCO, Tabebuia roseo-alba e IPÊ-ROXO-DE-BOLA, Tabebuia impetiginosa. Além disso foi fornecido material informativo referente ao plantio e manutenção de plantas, bem como, orientações junto aos munícipes que retiraram suas mudas!

    A ação, articulada pelos membros do COMDEMA, contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Piratininga e a Sabesp.

    Essa atividade, em comemoração aos 123 anos de nossa cidade, também faz parte das ações realizadas no município em comemoração ao dia Mundial do Meio Ambiente, dia 05 de junho!

    O estimulo ao plantio de mudas junto à comunidade é uma das ferramentas para conscientização em relação a importância de nossa biodiversidade e como cada um pode colaborar de alguma maneira com nosso Meio Ambiente.

    Parabéns à nossa cidade e ao COMDEMA de Piratininga pela ação!

     

     

    Para mais informações consulte nosso site:

    Link  - http://www.piratininga.sp.gov.br/paginas/portal/paginaInterna?id=9

  • 20/05/2018 - Campanha do Agasalho 2018

    A Prefeitura de Piratininga, por meio da Coordenadoria de Ação Social, lança, nesta segunda-feira (21/05), a Campanha do Agasalho 2018. A ação é uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado de São Paulo. Nesta edição, a Administração contará com 10 pontos de arrecadação em escolas, espaços públicos e empresas instaladas no município. A campanha vai até o dia 30 de julho.

    Com a temática “Vamos esquentar o inverno de quem mais precisa”, a Administração pretende arrecadar cobertores, blusas de frio, calçados, calças, entre outros, para serem entregues para pessoas de baixa renda. A Administração pede para a população doar roupas em bom estado de conservação.

     

    PONTOS PARA DOAÇÃO DE AGASALHOS:

    • Paço Municipal (Praça Dr. Mario Ribeiro da Silva, 14)
    • Câmara Municipal (Rua Dr. Jose Lisboa Jr., 111A)
    • Padaria do Morilha (Rua Dr. Jose Lisboa Jr., 110)
    • Coord. Ação Social (Rua Manoel Pedro Carneiro,110)
    • CRAS (Rua Manoel Pedro Carneiro,110)
    • Legião Mirim (Praça do Turista)
    • Academia Step (Rua Dr. Jose Lisboa Jr., 31)
    • Supermercado Cardador (Rua dos Andradas, 4)
    • Colégio Positivo (Av. Marcondes Salgado, 15)
    • Colégio Educare (Rua Anchieta, 134)
    • SABESP (Rua Anchieta, 124)